1 de novembro de 2009

O limite entre o mediocre e a intolerância.


Amigos e amigas do Opinião e Crítica Brasil, aluna de Turismo da Uniban é humilhada por uma massa de estudantes ( as vezes piores do que ela!), por conta de um vestido curto. O caso gerou um certo desconforto para a estudante que precisou ser escoltada pela polícia de modo a poder sair da Universidade.
Mas o que tem de errado em ela usar um micro vestido?
Segundo a própria, ela sempre andou assim, e acredita que a mulher deve se mostrar quando se sente bem.
O limite de mediocridade está por assim dizer em justamente ela ter usado um vestido curto, mas o da intolerância é ainda pior.
Pior por que, ela não fez nada de diferente do que muitas outras fazem as escondidas por aí.
E os marmanjos, idiotas, sedentos por sexo, só a humilharam com palavras de baixo escalão, justamente por não serem capazes ou gentis com qualquer mulher, foram de embalo na algazarra.
As mulheres que também a humilharam, são igualmentes medíocres, muitas se fazem de ''santas'' ou morrem de inveja do belo corpo que uma tem e a outra não tem. Isso é normal no ''mundinho'' feminino.
A receita é simples: Uma vez bonita e chamativa, sempre será odiada pelas outras.
Não existe um consenso quanto a esse comportamento. Em qualquer Universidade, Faculdade e até mesmo nas escolas públicas ou privada, esse tipo de garota é mais comum do que se pensa.
E isso tem outra explicação: Garotas assim não vão para estudar, vão para aparecem, pra chamarem a atenção, e essa conseguiu.
São raras as pessoas que realmente demonstram interesse pelos estudos em uma Universidade e, uma vez dando valor ao estudos, fatos como esse passam batido por suas vidas.
Criou-se um alvoroço por nada, simplesmente deram a ela mais ''moral'' para dentro em breve tornar-se mais ínutil, apresentando-se em programas de TV como Luciana Gimenez.
A aluna tornou-se da noite para o dia ''estrela'' e não se espantem, se ela ''fizer'' a vida profissional antes de qualquer outra pessoa de menos coragem e certa ousadia.
A vida segue e a aluna não desistirá certamente de seu intuito, ser cada vez mais chamativa e causar repúdio aos mais fracos.

2 comentários:

Anônimo disse...

Olha, sinceramente eu acho ridícula a atitude desses estudantes!
Ainda mais em um país que está repleto de mulheres vendendo o corpo de todas as formas possíveis e imagináveis....
Agora querer fazer tudo isso com a menina por causa de um vestido curto?!!!
E se fosse uma pessoa que mal tivesse roupa pra vestir e ganhasse uma bolsa na faculdade, e fosse com roupas sujas e rasgadas?! iriam queimar, apedrejar, ou sei lá mais o que com o cidadão?!!!
pura HIPOCRISIA desse povinho....

Pâmela Fett

Opinião e Critica Brasil disse...

Olá Pâmela, mais uma vez belas palavras. O que acontece á algumas pessoas? Isso faz lembrar de uma passagem Biblica quando tentavam apedrejar Maria Madalena. O que aconteceu a garota da Uniban foi quase parecido, só que um pouco mais moderno. Seria algo de alguém ali perguntar?
Aquele que nunca teve vontade de ter uma garota dessas em sua cama que atire a primeira pedra!
Pronto, assunto encerrado e todos sairiam cabisbaixos com seus pecados enfiados entre as pernas, rabinhos e outros, tanto homens quanto mulheres.
Continue sempre comentando e super beijos