12 de abril de 2014

O ciclo do vício.

Amigos e amigas do Opinião e Crítica Brasil, ando um tanto impaciente com as questões morais e éticas deste país. E não é para menos.
O Brasil virou terra de ninguém, ou virou terra de alguns. Afinal de contas, alguém sempre dá um jeito nas coisas por aqui.
E todos os dias, quando abro os jornais, ouço meu rádio ou vejo pela internet, é um susto atrás do outro. E também mentiras, cada uma mais medíocre do que a outra.
Na via disso tudo, está a população, sempre prejudicada por seus representantes, deputados, senadores, vereadores, prefeitos, governadores, juízes, promotores, direitos humanos e quem mais mesmo?
Oras, se a gente vive num país onde seus pátrios só se preocupam com ''Copa do Mundo'' e ''lepo lepo'', não se pode esperar muita coisa.
Isso eu já disse várias vezes, virou talvez, meu jargão. O Brasil é falido gente.
Tenho pânico só de ler os comentários a respeito de nossa presidenta Dilma e seu alto escalão, ditos por muitos, quadrilheiros de mão cheia e que a cada dia, pouco se importa com o que ocorre nos '' bastidores'' da vida real.
É reintegração de posse, assassinatos durante o dia e noite, desrespeito aos doentes em hospitais, policiais despreparados, animais torturados, aposentados roubados, corrupção em todos os setores da sociedade, pastores ladrões.
Há descontrole total quanto ao que este país representa mundo afora. Os afoitos que o digam.
Ouvir um Guido Mantega dizer que há controle de inflação e economia estável, nos faz pensar que boa parte da população é idiota. E parece ser mesmo.
A preocupação com o ''eu'' tornou-se mais importante. Algo como, '' ontem eu não tinha. Hoje posso tudo''. É assustador.
Basta ver que nos últimos anos, o Brasil gerou uma infantaria de ''ex - miseráveis'', dando-os oportunidades antes nunca pensada. E isso surgiu mesmo com o PT. O que se faz então? PSDB é a solução?
Antigamente não havia possibilidades de uma pessoa ter um carro, mas com a redução do IPI, o brasileiro ficou mais descontrolado ainda, seja com carros, móveis, eletrônicos e imóveis.
Aliás, venho dizendo há algum tempo que, não diferente do ocorrido em 2008/2009 nos Estados Unidos, quando o George Walker Bush era presidente, sofreremos um ''boom'' imobiliário, já que a Caixa Econômica Federal, deu ao pobre, ''condições'' para se ter um lar. Aguardem.
E o que dizer de nossa educação, sinônimo de burrice acentuada e prova cabal de que no futuro, teremos um povo cada vez mais refém da imbecilidade e sem estrutura cultural para poder cobrar e exigir das autoridades. Dá até medo.
Nossos hospitais, não são como nossos bosques, que tem mais vida, como cantado no hino nacional. Aliás, nem médicos brasileiros temos mais. Hasta!
E a nova onda agora é criar movimento para tudo. Movimento disso, movimento daquilo. Enquanto isso, encoxa-se um aqui, outra acolá. Igualmente, mata-se um aqui e outra acolá. Tudo na mesma.
A violência virou respaldo da justiça para dar ibope aos jornalistas mais efusivos. Vide, Datena e Marcelo Resende. Culpados?
Quando não se fala de violência, se fala da vida dos mais diversos artistas criados pela mídia. Modo prático e mais fácil para se enganar a população.
O povo brasileiro se acostumou e até enaltece a violência, basta acessar os milhares de vídeos do ''Youtube'',  e perceber que o respeito a vida alheia não faz sentido algum para quem é mal por natureza.
E aí, não vale o que muitos psicólogos, psiquiatras, sociólogos, antropólogos e Suplicy´s da vida, dizer que o elemento não teve oportunidade.
Tráfico de drogas, funk nas periferias e favelas, viraram bandeiras políticas para canalhas de partidos duvidosos como o PSol, PSB, PCdoB, PSTU, PCO, verdadeiros ''cancêres'' da sociedade em busca de poder e sedentos por um ''pseudo-socialismo'', quem sabe até um comunismo, este último já morto e mais que enterrado movimento falastrão.
Fico abismado e embasbacado com a nossa péssima programação televisiva, assassina da família e destruidora de lares. Face do mal travestida de modernidade.
O errado virou certo e o certo virou piada. Por imposição, é claro.
Por que seu filho tem que ser gay e sua filha lésbica, ou traficante ou prostituta, e a família, deve aplaudir em pé, os ''avanços'' sociais do país.
Isso vai de geração a geração, e o ciclo do vício se estende.
 E você, cidadão de bem, paga por ser eleitor.

5 comentários:

Anônimo disse...

Blog incrível. Expondo muito do que muitos pensam mas se calam diante das injustiça dessa nação verde e amarela. Parabéns.

Anônimo disse...

Parabens. Disse tudo.
Ninguem enxerga que nossos lideres querem isto mesmo? Se fosse para formar jovens com um futuro saudavel, proibiam esse fank, que acaba com a mente. Onde ja se viu o fank ser chamado de cultura isso e uma ofensa a cultura.
A educacao virou uma questao de escolha para os jovens. A maioria da violencia e provocada por menores de idade; cade que diminuem a idade para ser presso?
Nao concordo que familias sejam destruidas por novelas que as conduzem a destruicao.
Mas, infelizmente ninguem quer abrir os olhos para enxergar que quanto mais pessoas burras para votar em corruptos mais o Brasil se afunda..
Alias vamos trazer a copa para o Brasil, essas pessoas gostam de jogos; assim vao calar a boca e parar de pedir saude, educacao, emprego.etc..
Qual e o futuro do mundo? Os jovens. Entao vamos estraga los com fank e crimes.rs
Parabens pelo blog.
Nossa opiniao e nossa opiniao, se existe gente que gosta de viver na merda, paciencia. VIVA
Eu nao gosto, entao dou mimha opiniao e critico sim. Terminei os estudos, me preocupo com meu futuro e escuto musica de verdade.
Beijo amigo!!!

Anônimo disse...

nóis vai te pegar fdp. Aki eh pcc seu lixo. fica ispertu.

Tribunal de Rua disse...

estou aqui na europa mas estou vendo tudo ai,pois as coisas que acontece aqui ja nem sao noticia ,tudo e brasil

http://lebreco12229.blogspot.pt/

MARCELO MENEZES disse...

parabéns, adorei o texto, só discordo do seu jargão pois acho que o Brasil é muito rico pois depois de tudo que eles roubam e ainda estamos como o menos pior da América do sul kkkk